One of the paradoxes in the social science is in the study of well being. We think of wel- being as how external events affect us, either positively or negatively. We are happy because we got the job promotion, earned lottery, got pregnant, married, travelled to our dream country or we are unhappy when our

Saiba mais…


Esse é o primeiro artigo de uma série que mostrará um panorama das pesquisas em Análise do Comportamento Econômico. Essa área interdisciplinar estuda temas econômicos a partir das descobertas mais modernas de um ramo da Psicologia chamado Análise do Comportamento. Qualquer tema da Economia pode ser objeto da Análise do Comportamento Econômico, mas ao longo

Saiba mais…


Economia Comportamental é o campo de estudo que incorpora lições da Psicologia ao estudo de Economia. Pesquisadores da área utilizam diferentes métodos de investigação, que podem ser divididos em duas grandes categorias: métodos empíricos, que utilizam dados reais, e métodos teóricos, que desenvolvem modelos matemáticos abstratos. Os estudos empíricos, por sua vez, subdividem-se entre os

Saiba mais…


Qual o papel do livre-arbítrio no mundo dos incentivos Há algum tempo, as ciências comportamentais vêm transformando nosso entendimento sobre as reações humanas e, especialmente dentro da Economia Comportamental, uma das áreas de destaque é o estudo sobre como certos incentivos podem determinar as escolhas dos indivíduos. Dois conceitos são particularmente importantes para entender o

Saiba mais…


O Banco Mundial lançou recentemente um surpreendente relatório para o desenvolvimento internacional – ‘World Development Report,’ (WDR). Para alguém que tem um Blog chamado There are Free Lunches, o meu primeiro pensamento quando ouvi falar no relatório foi: não são os tipos do Banco Mundial, os tipos que acreditam que as pessoas são agentes racionais

Saiba mais…


No início do mês, o Banco Mundial publicou o seu Relatório sobre o Desenvolvimento Mundial (WDR) de 2015, o tema: Mente,  Sociedade e Comportamento. O relatório foi lançado com um painel de discussão com o presidente do Banco Mundial, o economista-chefe do Banco Mundial, co-diretores do relatório, e o executivo chefe da equipe de Percepções

Saiba mais…


  Earlier this month the World Bank released its World Development Report (WDR) 2015, the topic: Mind, Society, and Behavior. The report launched with a panel discussion featuring The World Bank’s President, the World Bank’s chief economist, the report’s Co-Directors, and Chief Executive of the UK-based Behavioural Insights Team. The findings were threefold, people think automatically,

Saiba mais…


Muitas das decisões que tomamos ao longo da vida representam uma troca entre o presente e o futuro. Quando decidimos cursar uma faculdade, por exemplo, investimos tempo e dinheiro no presente para colher retornos no futuro. Outras situações, como poupar para a aposentadoria, ir a academia, ou deixar de comer o terceiro prato na ceia

Saiba mais…


Imagina que um rapaz que sofre de amnesia severa tem duas tostadeiras na cozinha. A tostadeira do lado direito funciona normalmente. A tostadeira do lado esquerdo dá um choque electrico sempre que é utilizada. O suspiro e a retração rápida da mão do rapaz indicam que o choque é doloroso. No entanto, uma vez que

Saiba mais…


Adam Smith criou uma das mais famosas ideias económicas. O brilhante economista Escocês chamou a esta ideia “Mão Invisível” e através da sua criação removeu da mente dos governos e das sociedades, os receios relativos aos mercados livres. Foi responsável pela crença de que a melhor forma de regualação de um sistema socio-económico é a

Saiba mais…



Pensar no amanhã é algo realmente árduo. Para conseguirmos, é preciso driblar uma armadilha conhecida em Economia Comportamental ou Psicologia Econômica como “desconto hiperbólico” ou “desconto hiperbólico subjetivo do tempo”. Esse gatilho mental nos leva a dar mais valor a benefícios recebidos neste exato momento, deixando de lado o que receberemos no futuro. Entenda mais

Saiba mais…


Em 14/7/2014 Dan Ariely, professor da Duke University e um dos mais importantes pesquisadores da área de Economia Comportamental, ministrou palestra no Insper, a convite da Fundação Estudar. Ariely, que é autor do best-seller Predictably Irrational, falou durante meia hora sobre “Desonestidade”, e dedicou o restante de sua apresentação para responder às muitas perguntas da

Saiba mais…



Recentemente, o colunista da Folha de São Paulo, o Helio Schwartsman, publicou um texto muito sugestivo intitulado Falácia do Planejamento. Sugiro que os interessados em Economia Comportamental leiam a coluna. Concordo parcialmente com a visão do autor, segundo a qual deve ser mesmo provável que o Estado seja um péssimo gerente. Porém, apesar de inúmeras

Saiba mais…


Estão disponíveis no site do PET-ECO Unb os slides e referências utilizadas na palestra  “Behavioural Economics – A Economia Comportamental” que aconteceu dia 16/04 na UnB com a organização do PET Economia e apoio da Econ$ult. Nela falo também sobre minha tese de mestrado sobre venda de livros online no UK e o impacto da

Saiba mais…


Na disciplina de Sociologia Econômica, que leciono há muitos anos para alunos do curso de Economia da USP, um tema obrigatório tem sido a discussão da racionalidade econômica e a concepção do homem econômico. Desde as leituras de clássicos como Max Weber havia a preocupação de questionar a visão corrente, raciocinando com os alunos sobre

Saiba mais…



Meu primeiro contato com a área de Economia Comportamental foi através dos livros do Prof. Dan Ariely – Predictably Irrational (Previsivelmente Irracional) e The Upside of Irrationality (Positivamente Irracional). Já não sei dizer o que me atraiu para os livros, talvez o título ou, possivelmente, a curiosidade. Dos livros para acompanhar o blog do autor

Saiba mais…


Imagem 1 – Edward P Evans Hall – School of Management – Yale. Fonte. A economia comportamental é uma área polêmica de estudo. Há aqueles que acreditam que a área que traz uma contribuição importante além da economia clássica e outros que acreditam que, por não generalizar seus resultados, torna-se difícil de ser aplicada de maneira

Saiba mais…